quinta-feira, 17 de maio de 2018

Minha Deusa da Lunação – 15/05 a 13/06/ 2018: Nyai Loro Kidul

“Forças poderosas existem dentro de você. Não as negue”


A família real da Ilha de Java afirma que seu direito divino yai Loro Kidul, a deusa sereia dos mares do sul. Um conto popular diz que essa deusa se casou com o rei de Java no sé. XVI e o ensinou a desenvolver o poder dos espíritos, de modo que pudesse governar Java com sabedoria. Outra história sobre ele assemelha-se com o conto de fadas Cinderela. Ele conta que Nyai Loro Kidul foi envenenada por uma madrasta ciumenta. Para se curar, ela foi jogada no mar, onde foi transformada em uma deusa.

Hoje os mortais temem se deixar envolver pelos encantos sedutores dessa deusa. Acredita-se que NyaiLoro Kidul procure homens para servi-la em seu reino subaquático. Os que sobreviveram, falam sobre o poder inegável da deusa sereia – um poder tão sedutor quanto o do mar profundo.

Texto retirado do livro “Oráculo Sagrado das Deusas”, de Kris Waldherr

Ótima lua nova a tod@s!

Mônica Azevedo

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Deusas da Lunação – 15/04 a 15/05/ 2018: As Zorya

“Fique em paz.  O Feminino Divino tomará conta de você.”

Nas culturas de todo o mundo, sempre houve deusas tríplices encarregadas do bem estar da Terra. Em geral, essas deusas simbolizam os três estágios das mulheres – donzela, mãe e anciã. A presença universal dessas deusas tríplices sugere a força e a autoridade do Feminino Divino em toda a parte. No folclore  russo, as Zorya são deusas tríplices.

Elas representam diferentes períodos do dia e são nomeadas de acordo com eles. A primeira deusa é chamada de Estrela da Manhã; a segunda, Estrela da Tarde; e a terceira, Meia Noite. Além de atender o deus solar, essas deusas eslavas são guardiãs do universo. Como tais, são responsáveis por guardar o terrível cão do dia do juízo, que está acorrentado à constelação da Ursa Menor.

Texto retirado do livro “Oráculo Sagbrado das Deusas”, de Kris Waldherr

Ótima lua nova a tod@s!

Mônica Azevedo

terça-feira, 20 de março de 2018

Minha Deusa da Lunação – 17/03 a 15/04/ 2018: Mulher Mutante

“Todas as estações da vida trazem bênçãos. Não deixe de apreciá-las”

A Mulher Mutante, também conhecida como Estsanatlechi, é uma das divindades mais poderosas do Povo Sagrado Navajo. Deusa benevolente da fertilidade, ela é mais frequentemente associada ao milho, o grão que, em muitas culturas, é a garantia da alimentação. A Mulher Mutante simboliza a terra sempre em transformação, sempre fértil. Como seu nome sugere, ela aparece como uma jovem donzela na primavera  e no verão e se transforma numa anciã no outono e no inverno.

Os ensinamentos da Mulher Mutante são apresentados no Caminho Abençoado, um grupo de rituais e cantos essenciais. As canções e cerimônia que formam o Caminho Abençoado são utilizadas durante o ano todo para casamentos, rituais de parto, ou de ancianidade, e outras ocasiões da vida do povo Navajo.

Texto retirado do livro “Oráculo Sagrado das Deusas”, de Kris Waldherr
Ótima lua nova a tod@s!

Mônica Azevedo

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Minha Deusa da Lunação (15/02 a 17/03/2017): Diana

"É tempo de caçar o que lhe dá força."
Diana, a deusa romana da caça e da Lua, revela a força física e a autoconfiança das mulheres de toda parte. Ela foi louvada pela sua força e graça atlética; sua capacidade como caçadora foi insuperável. Independente e selvagem, Diana optou por não compartilhar sua vida com nenhum homem. Em vez disso, ela viveu livre nas florestas; sua única companhia era um bando de ninfas e animais selvagens.

Diana foi associada com a Lua, que rege a noite, as feras selvagens e o corpo das mulheres. Ela habitualmente era retratada usando uma coroa em forma de lua acima das sobrancelhas. Muitos dos rituais da deusa encorajavam as meninas e mulheres a se reunir e dançar num frenesi à luz da Lua Cheia, expressando assim sua força e atletismo.

Texto retirado do Oráculo Sagrado das Deusas, de Kris Waldherr


Boa lua nova a tod@s!

Mônica Azevedo

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Minha Deusa da Lunação – 16/01 a 15/02/ 2018: Hera

“Você pode dar as boas-vindas a relacionamentos respeitosos”
Na antiga Grécia, Hera era cultuada como a deusa do casamento. Como regente dessa sagrada instituição, ela era responsável pela sua proteção. Quando os laços dos matrimônios não eram respeitados, sua raiva talvez fosse tão lendária quanto o seu tempestuoso e difícil relacionamento com seu marido, Zeus. O casamento de Hera e Zeus foi celebrado na Beócia com um ritual usando símbolos do deus e da deusa. Uma acha de madeira era carregada para um abrigo uma carroça puxada por bois e ateavam-lhe fogo. Os bois e as árvores eram consagrados a Hera; Zeus regia o fogo e os relâmpagos.

De muitas maneiras, esse antigo ritual é influenciado pelas expectativas tradicionais de casamento. A energia masculina, simbolizada pelo fogo, devora o feminino passivo. Felizmente, os relacionamentos matrimoniais mudaram através dos tempos para refletluar um relacionamento mais juntos entre maridos e esposas.

Texto retirado do livro “Oráculo Sagrado das Deusas”, de Kris Waldherr


Boa lua nova a tod@s!

Mônica Azevedo

domingo, 24 de dezembro de 2017

Minha Deusa da Lunação – 18/12/2017 a 16/01/ 2018: Vênus

"O amor lhe trará prazer"
O Nascimento de Vênus - Pintura de Sandro Botticelli
 

Vênus foi o nome que os antigos romanos deram à deusa do amor. Fruto da união do mar e do céu, Vênus nasceu da espuma do mar  e da água foi trazida à terra numa concha. Ela foi descrita como “a estrela do mar” pelos seus adoradores e considerada a rainha do prazer. Durante centenas de anos artistas e poetas a evocaram em busca de inspiração.

Vênus é a deusa que inspira as pessoas a amar umas às outras, assegurando que a raça humana continue a crescer. Os gregos a conheciam como Afrodite; o nome “Afrodite” significa literalmente “Aquela que veio da espuma”. Suas serviçais, três Graças chamadas Alegria, Brilho e Florescimento, ilustram as maravilhas que a deusa pode oferecer se ela quiser atender aos pedidos terrestres;

Texto retirado do livro “Oráculo Sagrado das Deusas”, de Kris Waldherr





Mônica Azevedo

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Dia de Santa Bárbara e Oyá

Hoje é dia delas!
Salve Santa Bárbara!
Epa hey Oyá!
"Santa Bárbara, que sois mais forte que as torres das fortalezas e a violência dos furacões, fazei com que os raios não me atinjam, os trovões não me assustem e o troar dos canhões não me abale a coragem e a bravura.
Ficai sempre ao meu lado para que eu possa enfrentar de fronte erguida e de rosto sereno todas as tempestades e as batalhas de minha vida, para que vencedor de todas as lutas, com a consciência do dever cumprido, possa agradecer a vós, minha protetora, e render graças a Deus, criador do céu, da terra, da natureza: este Deus que tem poder de dominar o furor das tempestades e abrandar a crueldade das guerras.
Santa Bárbara rogai por nós!"
🙏🙏
🌩️🌬️⚔️🕯️


Ana K.

sábado, 18 de novembro de 2017

Minha Deusa da Lunação - 18/11 a 18/12/2017: Isis


No Egito, Ísis é considerada a grande mãe do universo.  Também foi adorada na época do Império Romano. O seu poder de cura é tão grande, que trouxe de volta à vida o seu marido, Osíris, quando o seu irmão, Set o assassinou e dividiu em vários pedaços. Ísis procurou cada pedaço de Osíris e com suas habilidades mágicas, conseguiu encontrá-los e ressuscitar o marido. E da união de Ísis e Osíris, nasceu Hórus, um deus de igual importância no Egito.

Busque o auxílio de Ísis sempre que precisar de acolhimento, cura e poder. Ísis também pode nos ajudar a resolver questões de vidas passadas.

Ótima lua nova a tod@s!

Mônica Azevedo

Oráculo consultado: “Oráculo Sagrado das Deusas”, de Kris Waldherr


linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...