segunda-feira, 29 de junho de 2009

Casas de Parto: vocês conhecem?

unknown.jpeg


São casas onde você faz o pré natal e pari seu bebê de forma humanizada, o mais naturalmente possível.


Não realizam cesarianas, então, só gestantes de baixo risco podem ter seus bebês lá. Também por isso, estão sempre ligadas a um hospital grande.

O atendimento é feito 100% por enfermeiras obstétricas, que são formadas e têm toda a capacidade, potencial e respaldo do Ministério da Saúde para assistirem o parto de gestantes de baixo risco (ou, no termo errôneo, mas geral, “fazerem o parto”).

Lá, pode ficar com a parturiente quem ela quiser. Ela pode ficar na posição que quiser. Pode entrar na banheira, sair, andar, dançar, gritar, chorar, rir, conversar. Ela pode sentar na bola, na cadeira de cócoras, na cama. Pode ter um parto ativo, saudável, respeitoso e prazeroso.

O serviço é público.

Umas das poucas coisas do SUS que funcionavam bem, bem demais.

A coisa é linda demaaaaais…..


Infelizmente, a Casa de Parto David Capistrano, do Rio de Janeiro, foi fechada.

Só me adiantando às perguntas, parto natural é ecológico, sim.

É ecológico, é saudável, é natural!


Não gasta nada do material descartável que se gasta em uma cesariana, não precisa dos equipamentos da cesariana, não precisa da luz que se precisa em uma cesariana.

Também não precisa tomar remédios no pós-parto.

E facilita a amamentação na primeira hora e nas primeiras semanas, quando quem sofreu uma cesárea sente dores nos cortes.

Além disso tudo, crianças nascidas de parto normal (não necessariamente natural) desenvolvem menos problemas respiratórios do que as nascidas de cesariana. Isso significa menos remédios, menos passagens em hospitais (menos combustível, menos papel, menos descartáveis), menos inalação, menos noites sem sono para os pais.



Quem quiser saber mais sobre parto natural, veja o GAMA, o blog do Parto Humanizado, o Parto do Princípio, o Amigas do Parto e a ONG Amigas do Parto.







...


3 comentários:

Ana Karina - Moderadora Blog Universo Eco-Feminino disse...

Que lindinho esse post Maria!
E o engraçado é que por esses dias estava falando disso com umas amigas... e falando da importância desses locais existirem! Hoje praticamente não existe parto normal! Um absurdo né?!

Beijos,
Ana K.

Anônimo disse...

Oi, meninas!
Absurdo mesmo!!!
Eu tive meu filho por parto normal e não me arrependo, só fiquei triste pela insensibilidade, não pude ficar com ninguém e me repreendiam por gritar. Absurdo!
Tem casa dessas em SP/SP?
A gente devia divulgar mais!
Viva o parto normal!!!
Beijos,
Lua Serena

Filhote de Lua disse...

tem casa dessas em São Paulo sim, a Casa de parto do Sapopemba, onde orgulhosamente meu filho nasceu... e que já enfentou poucas e boas de gente querendo fechar o espaço.

linkwithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...